Páginas

domingo, 18 de novembro de 2012

Bifes na Brasa


Sou uma rapariga de alguns gostos delicados mas confesso que adoro um bife de novilho mal passado. Confesso que nem sempre fui assim, alturas houve em que a ideia de um bife mal passado me repugnava. No entanto, algumas férias passadas em Bragança e alguma insistência da parte do D. fizeram-me experimentar, um bocadinho a contragosto, a tão afamada posta à mirandesa. E rendi-me! 
A partir dai, todas as minhas visitas a Bragança eram normalmente iniciadas com um jantar no Lombada, na aldeia de Babe, e o prato já estava sempre decidido, nem era preciso o funcionário trazer a ementa: posta à mirandesa, com os devidos acompanhamentos, claro não estivéssemos nós num restaurante trasmontano. Assim, a refeição iniciava-se sempre com pão trasmontano e azeitonas também de Trás-os-Montes. Depois vinha a afamada posta acompanhada de batata à murro, batata frita, mas não da pré-frita, salada e tudo empurrado por vinho da casa.
As costeletas que hoje vos trago não foram confeccionadas no Lombada, mas o R., o cozinheiro que as grelhou, está igualmente de parabéns, estavam divinais. Para as acompanhar, servi salada de tomate e pimento assado.






Ingredientes:

2 Costeletas de novilho com altura de cerca de 3 cm;
Sal;
Pimenta.


Preparação:

  1. Temperar as costeletas com sal e pimenta;
  2. Colocar no grelhador e ter atenção ao grau de cozedura para ficar ao gosto de cada um.

Como a César o que é de César, a minha participação passou só pelo tempero o restante mérito é do R. que domina a mestria do carvão.

24 comentários:

  1. Eu adoro carne mal passada e achei os teus bifes uma delicia, com uma batata frita e uma salada ficam perfeitas.
    bom domingo
    bjs

    ResponderEliminar
  2. Marlene querida, muito obrigada pela visita tão simpática ao meu blog, seja muito bem vinda!
    Olha estes bifes na brasa com o acompanhamento que voce citou acima das batatas a murro humm... que delicia! Batatas a murro ficou sendo um prato favorito por todos aqui.
    Beijos, Oslaine

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gosto muito da versão com batatas a murro. Aliás gosto de batatas de qualquer maneira.

      Beijinhos e bom domingo.

      Eliminar
  3. Que bifes deliciosos. É mesmo assim que gosto deles, mal passados e só com sal e pimenta.
    E já agora, quando fores novamente a Bragança, podem fazer uma paragem por aqui (a 15 minutos aeroporto) que serão muito bem vindos.
    Bjs
    rosario
    http://come-bebe-sorri-e-ama.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Rosário,

      Por acaso já há muito tempo que não vou a Bragança. A altura em que tenho mais saudades é precisamente esta, a época do Outono e do Inverno. Apesar de gostas de ai estar em todas as estações estas parecem ter uma beleza e uma magia diferente.

      Agradeço o convite e retribu-o caso alguma vez venha conhecer a minha ilha.

      Beijinhos

      Eliminar
  4. Uhmm, me encanta la carne a la brasa, y esta tiene una muy buena pinta!!
    Bss

    ResponderEliminar
  5. Gosto bastante da carne transmontana e estes bifes devem ter ficado uma delícia. Ultimamente tenho comprado uns bifes dos Açores que têm saído também muito bons.
    Beijinhos
    Belinha
    Mundo das Receitas
    http://mundodasreceitas.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gosto muito quer da carne transmontana quer da açoriana.

      Sem qualquer desprimor pelas restantes, mas de facto pelo menos cozinhadas desta forma tenho utilizado e consumido mais a carne transmontana e a açoriana e não me têm desiludido.

      Beijinhos

      Eliminar
  6. olá Marlene,boa noite estou chegando agora e já te seguindo gostei bastante desses bifes na brasa bjs Rosinha

    venha conhecer também o meu cantinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Rosinha,

      obrigada pela simpática visita.

      Beijinhos

      Eliminar
  7. Yo adoro las costillas de novillo .rico y fácil
    Cariños

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gosto muito. São fáceis rápidas e muito boas.

      Beijinhos

      Eliminar
  8. Oiii Marlene, acabei de conhecer seu blog, parabéns ele é íncrivel.

    Estou te seguindo dese já, quando puder,faça também uma visita ao meu blog e

    será muito bem vinda!! http://conversandoecozinhando.blogspot.com.br/

    Bjuuuu!!!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela visita. Seja bem vinda para passar as vezes que quiser e ficar o tempo que quiser.

      Beijinhos

      Eliminar
  9. que maravilha. adoro um bom "naco" de carne assim.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ricardo,

      já somos dois e este tenho que admitir, estava muito bom.

      Beijinhos e obrigada pela visita.

      Eliminar
  10. Que delicia esse bife na brasa, aqui temos o costume de todos finais de semana comer qualquer tipo de carna assado na brasa, na Argentina eles fazem o lomo, aqui chamamos de chuleta cortado uns dois dedos e assar, só que eles não colocam sal só na hora de servir se colocar limão e sal, se tempera como salada, fica muito bom.
    A carne mal passada é mais saudável né.
    Tenha uma ótima semana, suas visitas me enche de alegria volte sempre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,

      achei muito interessante os diferentes nomes, e a forma de temperar na Argentina.

      Beijinhos

      Eliminar
  11. Marlene,

    A posta mirandesa é divinamente servida no Norte, mas também já tive o prazer de a comer no Algarve e muitíssimo bem feita ! :-)

    Esta tua posta está com um aspecto fabuloso, posso daqui imaginar o seu sabor delicado e a textura tenrinha, característica essencial dessa carne !

    Beijinhos

    Isabel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Isabel,

      por acaso à excepção daquelas que como em casa, só experimentei a posta na zona norte. Mas a partir de agora, quando estiver no Algarve, e me apetecer posta já sei a quem perguntar.

      Beijinhos

      Eliminar
  12. A distribuição geográfica da raça Mirandesa, verifica-se tradicionalmente pelo nordeste das províncias de Trás-os-Montes, Beira Interior, Beira baixa, Estremadura e Alto Alentejo, comprovado através de de um conjunto muito significativo de referencias bibliográficas e pelo saber fazer das populações desta área, associado a métodos locais, leais e constantes designadamente de criação e maneio dos animais, foi definida a área descrita através de divisões administrativas do território abrangido, municípios, para mais fácil identificação e referência.
    A carne mirandesa possui características únicas com textura fina proporcionada pelo facto de possuir fibras musculares muito finas que se conjugam com uma deposição preciosa de gordura inter/intramuscular. Os produtos principais são a vitela mamona e o vitelo que representam mais de 90% dos produtos de exportações.

    Parabéns ao blog, a todo o trabalho e dedicação, é sempre uma delícia visitá-lo.

    Beijinhos e um abraço especial a todo o nordeste transmontano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,

      eu bem que disse que a carne era muito boa, mas tive alguma dificuldade com a linguagem técnica. Obrigada pela ajuda. Nada como um transmontano para dar um explicação como deve ser ;)

      Obrigada pela visita e pelo comentário.

      Beijinhos

      Eliminar