Páginas

domingo, 28 de outubro de 2012

Manteiga de Alho e Salsa com Pão Caseiro e a Lembrança da Minha Avó

Lá fora a chuva cai e a saudade deixa-nos um sabor salgado na boca, um aperto no peito e um nó na garganta. Hoje seria o aniversário de nascimento da minha avó materna, a avó L., sempre lembrado, não só porque é um dia antes do da minha mãe, mas também porque foi a única avó que conheci e da qual tenho boas lembranças. Neste dia a avó L. completaria 92 primaveras, mais 30 que a minha mãe e mais 60 que eu. Da avó L. lembro sempre a sua imensa bondade e paciência, a capacidade subtil que tinha em transformar uma tragédia num episódio banal, sem que quase ninguém se apercebe-se. Lembro que ficava impressionada de a ver sentada na mesma posição durante muito tempo, sem nunca se mexer, enquanto levava a cabo alguma tarefa. Sim, porque a avó L. nunca parava. Lembro os seus imensos cabelos longos que apanhava todas as manhãs num apanhado elaborado, que as suas mãos experientes e habilidosas pareciam transmitir que se tratava de um procedimento fácil e acessível a qualquer um. Lembro-me de a ver cuidar de todos e de ter a capacidade de transmitir serenidade a quem a rodeava. Lembro-me de correr para junto dela quando esta ia dar comida aos animais e dizer "eu ajudo-te avó", hoje sei que mais atrasava do que adiantava, mas, mesmo assim, a avó L. sorria e nunca rejeitava a minha ajuda. Lembro-me de a ver na cozinha, junto ao lume e ao forno de lenha, fazia mover e rodopiar tachos e panelas com habilidade e sabedoria, tinha um sorriso no rosto, movia-se com destreza, como se pertencesse àquele lugar e ele a ela. 
Por isso, hoje em especial, lembro a minha avó L., porque acredito que de alguma forma as pessoas e a sua essência continua a perdurar através de lembranças e através da repetição dos nossos gestos, e porque não das nossas receitas, que no fundo marcam a nossa história e perduram para além de nós.
Assim, deixo-vos com uma fatia de pão caseiro, feito com com os ensinamentos que a minha avó passou à minha mãe e que esta está a passar a mim. Para o acompanhar deixo-vos a receita de manteiga de alho e salsa. 
  


Ingredientes:

125 g. de manteiga (usei milhafre - produto açoriano);
1 dente de alho;
1 colher das de sopa de salsa picada.

Preparação:
  1. Deixei a manteiga à temperatura ambiente;
  2. Piquei a salsa e o alho de forma bem miudinha;
  3. Adicionei à manteiga e misturei tudo;
  4. Está pronta a consumir, como sobrou guardei o resto no frigorífico dentro de uma antiga embalagem de manteiga.

6 comentários:

  1. Olá, passei p/ agradecer pela visitinha e pelo carinho no meu blog.
    Espero que seja o início de uma grande amizade, mesmo que virtual. Já tenho maravilhosos amigos em Portugal e tenho certeza de que encontrei mais uma.

    Bjsssssss querida e uma semana maravilhosa e abençoada.

    Ah! adorei a receitinha da manteiga...

    ResponderEliminar
  2. Obrigada Dinha, também espero que seja o inicio de uma grande amizade mesmo que seja virtual.

    Beijinhos e desejos de uma boa semana.

    ResponderEliminar
  3. Boas Noites,

    Gosto em conhecer o seu espaço... gostei do que vi, vou acompanhar, já me fiz seguidora...

    Manteiga milhafre... a que consumimos cá por casa... a melhor !
    Queijo da Ilha... o predilecto do meu marido... um prazer para os sentidos...

    A Avó L. ... esteja onde estiver ficará muito feliz com esta sua homenagem... as avós são um tesouro de inestimável valor, ainda há pouco tempo relembrei também a minha numa publicação que fiz num dos meus blogues.

    O pãozinho com manteiga de alho... uma delicia, um aspecto fabuloso e a água a crescer na boca com essa visão...

    De tudo eu gostei aqui !

    Deixo-lhe os meus contactos, será um prazer caso entenda visitar-me:

    www.blogdochocolate.com
    brisa-maritima.blogspot.pt

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Isabel, obrigada pelas palavras. Tal como já te disse no comentário que deixei no teu Blog do Chocolate, sou nova nestas andanças e cada novo seguidor ou cada novo comentário é recebido com grande alegria. Gostei de saber que és apreciadora da manteiga milhafre, também concordo contigo é muito boa, se bem que talvez seja suspeita nessa matéria. Quanto ao queijo da ilha também sou suspeita para falar uma vez que sou da ilha de onde é originário o típico queijo, ou seja da ilha de São Jorge.
      Já visitei os teus bloges e gostei muito do que vi já sou tua seguidora e serei visitante assídua.

      Beijinhos

      Eliminar
  4. Olá!
    Gostei muito do blog. de tudo!
    Já sou seguidora e vou voltar...
    Fiquei curiosa com essa manteiga e vou procurar:)
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Olá Rosa, obrigada pela visita e pelo comentário que me deixam muito honrada. Também já passei pelo teu blog, gostei muito do que vi e já sou seguidora. Quanto à manteiga aconselho a todos os apreciadores de alho e com pão quentinho óptima.

    Beijinhos

    ResponderEliminar