Páginas

sábado, 3 de março de 2012

Tortilha de Peixinhos da Horta







Hoje, acordei malandra e e sem planos definidos para o almoço. Por isso, abri o frigorífico e encontrei feijão verde cozinho e uns brócolos esquecidos que não chegavam para uma dose. Então veio-me ao pensamento uma ideia que me tinha dado na sexta-feira "comemos ovos com feijão verde". Esta associação levou-me mais longe, rumo à minha infância. Lembro-me de estar em casa da minha avó materna e de ver a minha tia mais nova a fazer uma receita, que na altura me intrigou, não só por levar feijão, do qual na altura não era uma adepta fervorosa, mas também pelo nome, peixinhos da horta.


Os peixinhos da horta consistiam no fundo numa omeleta feita com feijão verde. Ou seja, colocava-se o feijão no fundo da sertã, bem alinhado, e por cima destes os ovos batidos com os respectivos temperos. E foi esta a minha inspiração para esta receita que, como levou uma dose maior de feijão verde e por isso ficou mais alta, foi baptizada de tortilha de feijão verde.  






Ingredientes:

  • 6 ovos;
  • Sal a gosto;
  • Pimenta do reino moída;
  • Feijão verde cozido;
  • Brócolos cozidos; 
  • 2 colheres de sopa de salsa picada;
  • 2 colheres de sopa de cebola picada finamente;
  • 3 colheres de sopa de leite;
  • 1 colher de azeite.

Modo de Preparação:

  1. Colocar o azeite na sertã e de seguida colocar o feijão verde e os brócolos distribuídos de forma uniforme;
  2. Colocar os ovos numa tigela, temperar com sal, pimenta e acrescentara a salsa, a cebola e o leite;
  3. Bater até estar tudo bem misturado;
  4. Colocar os ovos por cima dos vegetais;
  5. Deixar cozer em lume brando, lentamente, e com uma tampa em cima;
  6. Quando a mistura estiver quase toda coagulada fazer, com o auxilio de um garfo, alguns furos para deixar sair o vapor que se acumula no centro da sertã;  
  7. Quando a tortilha estiver totalmente cozida invertê-la num prato, isto é, coloca-se um prato em cima da sertã e vira-se os dois em conjunto de forma a que a parte que estava no fundo da sertã fique, no prato, virada para cima. 

Sem comentários:

Enviar um comentário