Páginas

quinta-feira, 22 de março de 2012

Creme de Legumes e a Minha Folha de Hortelã


Num fim de tarde frio e ventoso, apetecia algo quentinho e aconchegante e para isso nada melhor que uma sopa, para reconfortar o estômago e a alma. 

Ao fazer a sopa pensava na conversa de uma amiga hoje de manhã, em que ambas trocávamos impressões sobre os pés e as mãos geladas que nem barras de gelo. E nesta conversa a M. disse "sabes, está aquele frio, aquele frio que faz com que haja neve no Pico". Nunca tinha pensado em catalogar o frio que esteve hoje, como aquele frio que faz com que haja neve no Pico. Mas, ao debruar-me um pouco sobre o assunto, fez todo o sentido. 

Para nós Jorgenses, principalmente os que vivem ou passam grande parte do tempo na costa sul, a imagem do Pico altivo e majestoso é uma referência importante. Quando ele está encoberto espreita-se várias vezes ao dia à procura da sua companhia. Todos os dias a vista para o Pico parece diferente e quando ele se veste de branco, simplesmente não há palavras para descrever a imagem.

Voltando à minha sopa e às palavras da M., fui à varanda buscar uma minúscula folha da minha hortelã que teima em não crescer, e o meu olhar desviou-se para o lugar onde está Pico, que neste momento está escondido, e surgiu a pergunta: Será que ele está vestido de branco?! Em breve irei descobrir! 

Ingredientes:

1/2 couve lombarda;
1/2 pé de brócolos;
3 cenouras médias;
1/2 cebola;
2 dentes de alho;
1 courgette;
Sal;
Água.

Preparação:
  1. Numa panela coloquei a água e deixei ferver;
  2. Entretanto descasquei a cebola, os alhos, a courgette e as cenouras;
  3. De seguida cortei os referidos legumes às rodelas;
  4. Entretanto lavei a couve e os brócolos e piquei grosseiramente;
  5. Coloquei tudo na panela, temperei de sal e deixei cozer;
  6. Depois de cozido ralei até estar cremoso, rectifiquei o sal, temperei com um fio de azeite e para a fotografia decorei com uma singela folha de hortelã da minha varanda.   

Sem comentários:

Enviar um comentário